Sinais do envelhecimento

Saiba quais são os principais sintomas que surgem ao envelhecer

A maneira como o corpo humano envelhece depende, em parte, dos laços genéticos que o ligam à família, mas não resulta exclusivamente deles. A rotina, o estilo de vida, o exercício e os hábitos alimentares têm um impacto muito forte e são decisivos na forma como o corpo envelhece.

Praticamente, a partir de nosso primeiro dia de vida, logo ao nascermos, já começamos a envelhecer, porém, o envelhecimento propriamente dito e seguido de seus pontos negativos, começa logo após os 30 anos de idade. Um estilo de vida saudável pode diminuir muitos dos efeitos do envelhecimento e essa é uma opção que se revela nas escolhas que cada um de nós fazemos.

Existem vários sinais que mostram que o corpo humano está envelhecendo e, como tal, é indispensável que saibamos observá-los para transformálos em nosso favor. Descrevemos, logo a seguir, os principais indicadores de envelhecimento que mais se evidenciam no corpo humano.

 

Seu corpo está envelhecendo quando…

Com o avançar da idade, a pele fica menos elástica e é natural que surjam mais linhas e rugas à sua superfície. As glândulas da pele vão produzindo cada vez menos óleo, o que faz com que a própria pele fique mais seca e estragada. Para que isso não aconteça e para retardar o envelhecimento da pele, deve utilizar cremes hidratantes e um protetor solar para proteger a sua pele dos raios ultravioletas. É também aconselhável a utilização de um chapéu ou um boné para estar mais protegido dos malefícios do sol.
O cabelo ou a ausência dele é um dos indicadores principais do envelhecimento humano. Os problemas capilares podem ser provocados pelas mais variadas razões, desde o stress do dia-a-dia, aos maus hábitos alimentares, depressões, até ao excesso de gordura no cabelo e é por isso que é normal que o cabelo vá perdendo a sua cor original e vá ficando cada vez mais fino. Atualmente, existem vários tratamentos capilares que impedem o aparecimento da calvície.
Quando um indivíduo atinge cerca de 80 anos de idade, é comum que tenha perdido uma média de 2 centímetros da sua altura total. Essa alteração deve-se às mudanças existentes na postura normal e na compressão das articulações principais, como os ossos da coluna e os discos da coluna vertebral durante todos esses anos e essa percepção é nítida pois há casos de pessoas que perdem bem mais.
A audição é um dos sentidos mais afetados pelo envelhecimento. As dificuldades auditivas iniciam-se a partir dos 40 anos de idade e aumentam exponencialmente a partir dos 60. Os sons de alta frequência são mais difíceis de serem ouvidos e as mudanças no tom e no discurso passam a ser menos claras e percetíveis. Uma das melhores soluções passa pela utilização de um aparelho auditivo.
A maioria das pessoas que tem mais de 40 anos de idade desenvolve a necessidade de utilizar óculos para enxergar melhor. Com o passar do tempo, é normal que a visão vá ficando cada vez mais cansada e desgastada e isso pode conduzir à perda da visão noturna e da respetiva acuidade visual. Para não perder a eficácia da sua visão, é necessário utilizar óculos ou lentes-de-contato que tenham a graduação mais adequada para os seus olhos ou, dependendo do caso, de cirurgias de correção, quando necessário.
Durante a vida adulta, os ossos perdem gradualmente o seu conteúdo mineral e ficam com menos força, resistência e densidade. Quando as mulheres atingem a menopausa, os riscos da perda da densidade óssea são maiores e isso aumenta as hipóteses de sofrerem de osteoporose. Para que isso não se suceda, é fundamental realizar exercício físico com regularidade, ingerir cálcio e vitamina D diariamente e, acima de tudo, evitar fumar ou beber café.
Quando começa a envelhecer, o corpo humano precisa de mais energia para desempenhar as suas funções habituais e o seu metabolismo vai diminuindo. As alterações hormonais que acontecem no organismo resultam num aumento da gordura corporal e na diminuição da massa muscular. Nesse sentido, a melhor maneira de gerir estas mudanças é ingerir menos calorias e manter ou aumentar a sua atividade física. Quando a massa muscular é fortalecida, o metabolismo fica mais rápido e funcional.
As alterações da memória é um dos itens mais comuns do processo de envelhecimento e, devido a isso, é normal que determinados episódios e lembranças de informações não sejam recordados. No entanto, isso pode ser melhorado e trabalhado. Basta exercitar o cérebro com a realização de palavras cruzadas e jogos mentais, assim como a realização de exercícios físicos que aumentam o fluxo sanguíneo e o oxigênio para o cérebro.
O coração torna-se menos eficiente à medida que o corpo envelhece, pois é obrigado a trabalhar mais para fazer exatamente as mesmas atividades que sempre fez, há anos. Por consequência, a energia e a resistência humanas vão diminuindo quando o coração necessita desse esforço adicional e, dependendo do quanto é necessário e de como o coração esteja fisicamente, podem surgir problemas de insuficiência cardíaca, acidentes vasculares-cerebrais (AVC's), infartos, arritmias, entre outras disfunções.
Com a ausência de atividade física, os pulmões fornecem menos oxigénio para o corpo desempenhar as suas funções mais básicas e isso é muito prejudicial para a saúde humana. Para manter os seus pulmões fortes, é necessário que mantenha uma atividade física regular.
Os rins tendem a diminuir o seu tamanho assim como a performance de suas funções quando o corpo começa a envelhecer. Eles não purificam tão rapidamente os resíduos e os medicamentos que se encontram no organismo, e não ajudam o corpo a lidar de forma tão eficaz com a desidratação. Nesse sentido, é fundamental que se beba muita água diariamente e que elimine a ingestão de qualquer tipo de toxina alcoólica e medicamentos desnecessários.
A partir dos 50 anos de idade, os homens e as mulheres produzem níveis mais baixos de hormônios. Os homens produzem menos espermatozóide assim como seus níveis de Testosterona, devido à Andropausa e o seu tempo de resposta sexual diminui, apesar do seu impulso sexual ser exatamente igual. As mulheres param de ovular e enfrentam uma série de mudanças durante a Menopausa, uma vez que esta está ligada à menor produção de estrogênio.

Agende sua consulta

E conheça mais detalhes e ingresse no Programa Cenegenics Elite Health